11ª Bienal do Mercosul

Porto Alegre

Sob o título O Triângulo Atlântico, a 11ª Bienal de Artes Visuais do Mercosul pretende lançar um olhar sobre o triângulo que, há mais de 500 anos, interliga os destinos da América, da África e da Europa. Reunindo cerca de 70 artistas e coletivos de artistas – além de ações pontuais realizadas em comunidades remanescentes de quilombos localizados nas cidades de Porto Alegre e Pelotas, a exposição acontece nos espaços do Museu de Arte do Rio Grande do Sul, Memorial do Rio Grande do Sul, Santander Cultural, Praça da Alfândega e Igreja Nossa Senhora das Dores, no Centro Histórico de Porto Alegre.

Tendo como base os referenciais históricos elencados durante a preparação da mostra, o projeto curatorial conta com obras e artistas oriundos dos três continentes que compõem o triângulo atlântico. Ao tornar estes artistas os protagonistas de uma exploração das relações de tensão cultural e da interdependência contextual dentro desta triangulação, a exposição procura analisar quais são as forças inovadoras que mobilizam a interação entre América, África e Europa. Com destaque para a arte africana e afro-brasileira – ambas apresentadas com grande densidade – O Triângulo Atlântico se interessa pelos pontos de contato que propiciam o encontro entre as culturas indígena, europeia e africana que formam um novo amálgama americano.

 [embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=gDU_EgNAdg0[/embedyt]

 

11ª Bienal do Mercosul – O Triângulo Atlântico
Curadoria: 
Alfons Hug (curadora adjunta: Paula Borghi)
Abertura: 5 de abril, 19h30, Praça da Alfândega
Visitação: até 03/06/18; terça a domingo, 9-19h
Bienal do Mercosul: Museu de Arte do Rio Grande do Sul, Memorial do Rio Grande do Sul, Santander Cultural, Praça da Alfândega, Igreja Nossa Senhora das Dores – Porto Alegre. Entrada gratuita