Conflitos: fotografia e violência política no Brasil 1889-1964

IMS Paulista, São Paulo

O IMS Paulista apresenta a exposição “Conflitos: fotografia e violência política no Brasil 1889-1964”, um panorama da fotografia de guerras civis e outros conflitos armados envolvendo o Estado brasileiro, entre a Proclamação da República e o golpe de 1964. Com curadoria de Heloisa Espada, coordenadora de artes visuais do IMS, a mostra conta com 338 imagens pertencentes a 30 coleções brasileiras, públicas e particulares, além de fotografias do acervo do IMS. Por ocasião da abertura, às 19h, a cientista social Angela Alonso e as historiadoras Angela de Castro Gomes e Heloisa Starling farão uma conversa com a curadora. O evento acontece no Cineteatro, é aberto ao público e gratuito.

A exposição reúne conjuntos de fotógrafos já inscritos na história da fotografia brasileira, como Juan Gutierrez, Marc Ferrez e Flávio de Barros, além de trabalhos de autores menos conhecidos, como Claro Jansson, e, ainda, imagens de inúmeros anônimos. A mostra traz cópias em papel de albumina, comuns no século xix, projeções cinematográficas, fotos impressas sobre vidro, estereoscópios, cartões-postais, cinejornais, impressões em papel de gelatina de prata que pertenceram à redação de jornais e documentários da Agência Nacional, originalmente captados em 16 mm. O resultado é um panorama heterogêneo sobre as práticas fotográficas no país.

Conflitos: fotografia e violência política no Brasil 1889-1964
Curadoria: Heloisa Espada
Abertura: 08/05, 18h
Visitação: até 29/07/18; terça a domingo, 10h-20h (quintas até 22h)
IMS Paulista: Av. Paulista, 2424. Entrada gratuita