Conflitos: fotografia e violência política no Brasil 1889-1964

IMS Paulista, São Paulo

Tempo de leitura estimado: < 1 minuto

O IMS Paulista apresenta a exposição “Conflitos: fotografia e violência política no Brasil 1889-1964”, um panorama da fotografia de guerras civis e outros conflitos armados envolvendo o Estado brasileiro, entre a Proclamação da República e o golpe de 1964. Com curadoria de Heloisa Espada, coordenadora de artes visuais do IMS, a mostra conta com 338 imagens pertencentes a 30 coleções brasileiras, públicas e particulares, além de fotografias do acervo do IMS. Por ocasião da abertura, às 19h, a cientista social Angela Alonso e as historiadoras Angela de Castro Gomes e Heloisa Starling farão uma conversa com a curadora. O evento acontece no Cineteatro, é aberto ao público e gratuito.

A exposição reúne conjuntos de fotógrafos já inscritos na história da fotografia brasileira, como Juan Gutierrez, Marc Ferrez e Flávio de Barros, além de trabalhos de autores menos conhecidos, como Claro Jansson, e, ainda, imagens de inúmeros anônimos. A mostra traz cópias em papel de albumina, comuns no século xix, projeções cinematográficas, fotos impressas sobre vidro, estereoscópios, cartões-postais, cinejornais, impressões em papel de gelatina de prata que pertenceram à redação de jornais e documentários da Agência Nacional, originalmente captados em 16 mm. O resultado é um panorama heterogêneo sobre as práticas fotográficas no país.

Conflitos: fotografia e violência política no Brasil 1889-1964
Curadoria: Heloisa Espada
Abertura: 08/05, 18h
Visitação: até 29/07/18; terça a domingo, 10h-20h (quintas até 22h)
IMS Paulista: Av. Paulista, 2424. Entrada gratuita

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support