Mira Schendel: Sarrafos pretos e brancos

Galeria Bergamin & Gomide, São Paulo

A exposição individual da artista suíça, naturalizada brasileira, Mira Schendel, apresenta cerca de 20 obras cuidadosamente selecionadas, produzidas entre as décadas de 1960 e 1980, circulando entre suas diversas fases criativas. Mira Schendel, uma das artistas brasileiras mais significativas do século XX, desenvolveu um corpo de trabalho extremamente complexo e único. Sarrafos (1987), última série completa produzida da artista, conta com 12 obras e quatro delas estarão em exposição na galeria. A série faz referência ao momento de incerteza política vivida no país.

Desenvolvida entre 1985 e 1987, a série Pretos e Brancos, que precede Sarrafos, é ‘lírica’, uma vez que sua ênfase está no movimento e no espaço. São pinturas de têmpera e gesso que, à distância, remetem a painéis planos pontuados por arcos e linhas. Porém, depois de uma inspeção mais minuciosa, revelam pequenas variações de textura que projetam sombras e formam sutis relevos esculturais.

Pinturas e outras obras produzidas sobre papéis de arroz japonês são caracterizadas por motivos geométricos minimalistas, linhas delicadas ou letras compostas que investigam noções de temporalidade e transitoriedade. Experimentando materiais efêmeros, Schendel tornou-se cada vez mais interessada em transformar letras e elementos linguísticos em objetos gráficos – uma abordagem mais comumente associada à poesia concreta. Nessas obras, as letras são liberadas e desconstruídas, levantando questões sobre linguagem, escrita, desenho e imagem.

Mira Schendel: Sarrafos pretos e brancos
Abertura: 22/05
Visitação: até 23/06/18; segunda a sexta, 10h-19h; sábado, 10h-15h
Bergamin & Gomide: Rua Oscar Freire, 379 lj 1, São Paulo. Entrada gratuita