Morre o artista Fernando Lemos

Fernando Lemos, artista português radicado no Brasil há mais de 60 anos, morreu ontem, em São Paulo, aos 93 anos. Lemos veio para cá fugindo da ditadura de Salazar em Portugal, e fez primeiro do Rio a sua casa. O artista chegou ao país já conhecido por seu trabalho com fotografias surrealistas, linguagem que desenvolveu por toda sua carreira. Depois, já em São Paulo, voltou-se à pintura e a outros meios, explorando linguagens como a abstração.

No ano de 2011 a Pinacoteca de São Paulo organizou uma grande retrospectiva da produção de Lemos, incluindo suas fotografias modernas, seus desenhos, gravuras e pinturas.

Já neste ano, há alguns meses, uma coleção de mais de 2000 obras do artista foi doada ao Instituto Moreira Salles, entre fotografias, gravuras, desenhos e peças de design. Fernando Lemos deixa a mulher, Beatrix Overmeer, e cinco filhos, além de um legado artístico sem paralelo.