Seis artistas foram selecionados para o Hugo Boss Prize 2020, o prêmio bienal organizado pelo Guggenheim e outorgado a artistas por conquistas significativas na arte contemporânea. A seleção dos finalistas é realizada por um painel de curadores e críticos internacionais que reconhecem trabalhos que estão transformando o campo artístico hoje. Desde a sua criação, em 1996, o prêmio funcionou consistentemente como uma plataforma para a arte mais relevante e influente do presente e se tornou uma pedra fundamental na programação contemporânea do Guggenheim.

  • Nairy Baghramian (b. 1971, Irã)
  • Kevin Beasley (b. 1985, EUA.)
  • Deana Lawson (b. 1979, EUA.)
  • Elias Sime (b. 1968, Etiópia)
  • Cecilia Vicuña (b. 1948, Chile)
  • Adrián Villar Rojas (b. 1980, Argentina)