Imagens Impressas: um Percurso Histórico pelas Gravuras da Coleção Itaú Cultural

Itaú Cultural, São Paulo

O Itaú Cultural abre sua última grande exposição do ano com um recorte de 100 gravuras da coleção Itaú Cultural, cuja narrativa é as diferentes técnicas e temáticas utilizadas neste tipo de arte do século XV ao XX. A mostra “Imagens Impressas: um Percurso Histórico pelas Gravuras da Coleção Itaú Cultural” tem curadoria de Marcos Moraes e mapeia seis séculos da produção gráfica europeia, com mais de 100 das 453 imagens impressas que compõem este acervo.

Apresentadas de forma didática, elas revelam as diferentes técnicas utilizadas pelos artistas do século XV ao XX. Um dos destaques é David et Bethsabée, litogravura de Pablo Picasso, de 1949, recém adquirida para a coleção e ainda não exibida ao público. Ao lado da  xilogravura The Grils on the bridge, 1918, de Edvard Munch, outra obra recentemente incorporada ao acervo, ela oferece ao público uma abertura para os caminhos de experimentalismo, que a linguagem gráfica conseguiu alcançar e que possibilitou infindáveis investigações e inovações ao longo do século XX e do início do XXI. Dos séculos anteriores tem gravuras originais de artistas como Martin Schongauer, Eugène Delacroix, Francisco Goya, Edouard Manet, Honoré-Victorien Daumier, entre outros.

Imagens Impressas: um Percurso Histórico pelas Gravuras da Coleção Itaú Cultural
Curadoria: Marcos Moraes
Abertura: 28/11, 20h
Visitação: até 17/02/19; terça a sexta, 09h-20h; sábado e domingo, 11h-20h
Itaú Cultural: Avenida Paulista, 149, São Paulo.Entrada gratuita