Você produz cinema experimental? Então você tem dois dias para se inscrever no DOBRA, o Festival Internacional de Cinema Experimental, o maior da América Latina. As inscrições para a sexta edição do evento acontecem até o dia 10 de julho, clicando aqui.

O festival deveria acontecer, como habitual, na Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM-Rio), que comemora 65 anos em 2020. Por causa da pandemia, a edição deste ano será feita de forma virtual, incentivando o distanciamento social, e as exibições serão feitas entre  8 e 27 setembro: “Permaneceremos dobrando as margens e atravessando os limites. Num mundo que morre por asfixia, afirmamos uma vez mais que os filmes importam, os encontros importam e o cinema experimental é uma potência que imagina e constrói incessantes formas de viver”, diz um comunicado na página do evento.

Em uma conversa realizada pelo ARTEQUEACONTECE na última semana, o diretor do MAM-Rio, Fabio Szwarcwald, falou sobre que a programação do festival será toda via Vimeo. Ele contou que, enquanto isso, a questão da Cinemateca tem sido repensada para sessões externas e até mesmo drive-ins, levando em conta que a reabertura de salas de cinema devem demorar mais para serem liberadas no contexto da pandemia.

“Nós já recebemos mais de 400 filmes experimentais do mundo inteiro”, ressaltou Szwarcwald. Os filmes para passar no festival serão escolhidos pela curadora francesa Nicole Brenez. A seleção deve contemplar entre 50 e 60 produções, segundo o diretor do MAM-Rio.

Compartilhar