Chegamos à 15ª playlist nesta seção que convidamos artistas para compartilhar conosco músicas que tenham relação consigo ou com seus trabalhos. O artista carioca Pedro França, que hoje vive e trabalha em São Paulo, é o convidado desta vez e sua seleção é um mix importantíssimo.

Isso porque, como dissemos em texto publicado recentemente sobre exposição de França na Galeria Jaqueline Martins, ele é “artista que tem um impressionante dom de fazer um diálogo entre o supostamente erudito e a cultura popular ou marginalizada”. Nessa toada, a seleção musical do artista é praticamente uma ode só às culturas populares e às culturas marginalizadas.

Pedro França. “Archichroma”, 2017, vista da exposição Trienal Frestas, Sorocaba, SP

O funk carioca, nascido na periferia do Rio; o samba, originado dos batuques dos negros escravizados; o rap, com raízes nas comunidades afroamericanas, e o reggae, vindo da Jamaica mas com um forte apelo às africanidades, são os ritmos predominantes da playlist. Não por acaso, inserções de falar de Angela Davis e Malcolm X estão entre os sons escolhidos pelo artista. Todos esses estilos são músicas que, de certa forma, representam uma resistência cultural da população negra.

Ouça a playlist que o artista batizou de “Funk Tutano do Verbo”:

Compartilhar