Ocupação Antonio Candido

Itaú Cultural, São Paulo

Tempo de leitura estimado: < 1 minuto

O programa Ocupação do Itaú Cultural chega à sua 40ª edição homenageando um intelectual paulista que é mineiro nascido no Rio de Janeiro*. Um leitor preciso, que admirava escritores como Guimarães Rosa e Marcel Proust. Um pai acadêmico, mas que interrompia a escritura de grandes obras, como Formação da Literatura Brasileira, para brincar com as filhas. Que dançava com elas, que gostava de cantar e caminhar, que era considerado um homem bom por todos os que o conheceram: Antonio Candido.

Crítico literário e sociólogo, Candido é uma das maiores referências no estudo da literatura no Brasil e, pelas suas percepções das dinâmicas nacionais, é considerado um dos “intérpretes do país”, ao lado de nomes como Sérgio Buarque de Holanda – que foi seu amigo – e Gilberto Freyre. Falecido em 2017, Candido completaria 100 anos em 24 de julho. A exposição explora, assim, uma vida e uma obra que atravessaram um século.
A mostra é centrada no tema da literatura como direito universal, ideia que o professor desenvolveu no artigo “Direito à Literatura”, e exibe materiais inéditos selecionados do acervo pessoal do homenageado. São notas para ensaios, cadernos de estudo, projetos de pesquisa, um conjunto pelo qual transparece o processo criativo de obras essenciais como a citada Formação… e Os Parceiros do Rio Bonito.

Ocupação Antonio Candido
Abertura: 23/05, 20h
Visitação: até 12/08/18; terça a sexta, 9h-20h; sábado, domingo e feriado, 11h-20h
Itaú Cultural: Avenida Paulista, 149, São Paulo. Entrada gratuita

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support