Prédio do Guggenheim torna-se patrimônio da UNESCO

Tempo de leitura estimado: < 1 minuto

O Solomon R. Guggenheim Museum foi inscrito na lista de Patrimônio Mundial da UNESCO como parte de um conjunto de projetos de Frank Lloyd Wright, a The 20th-Century Architecture of Frank Lloyd Wright, que inclui oito grandes obras realizadas ao longo dos mais de 50 anos de carreira do célebre arquiteto. A indicação foi anunciada no domingo, 07/07, durante a reunião do Comitê de Patrimônio Mundial em Baku, no Azerbaijão.

Wright é considerado um dos mais importantes arquitetos americanos do século XX, e os oito projetos que agora fazem parte da lista da UNESCO foram realizados em diferentes momentos de sua carreira. Os outros projetos para além do museu são: o Unity Temple  (construído entre 1906–09, Oak Park, Illinois), a Frederick C. Robie House (construída em 1910, Chicago), a residência Taliesin (iniciada em 1911, Spring Green, Wisconsin), a  Hollyhock House (construída entre 1918–21, em Los Angeles), a icônica Fallingwater  (construída entre 1936–39, na Pensilvânia), a Herbert and Katherine Jacobs House  (construída entre 1936–37, em Madison, Wisconsin), Taliesin West (iniciada em 1938, Scottsdale, Arizona), e por fim o Solomon R. Guggenheim Museum (construído entre 1956–59, Nova York).

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
pt_BR