Estado(s) de Emergência

Oficina Cultural Oswald de Andrade, São Paulo

O Paço das Artes apresenta “Estado(s) de Emergência”, exposição com curadoria de Priscila Arantes e Diego Matos, na Oficina Cultural Oswald de Andrade. Entre idéias de reinvenção e de resistência inerentes à arte contemporânea, “Estado(s) de Emergência” busca conectar os fios soltos da arte brasileira por meio de tentativas atuais em recontar um passado recente do país e repensar um presente onde a violência, a censura e o preconceito ainda permanecem tão latentes quanto nos anos da ditadura civil-militar. A exposição apresenta trabalhos desenvolvidos a partir dos anos 2000.

Em ano de eleições, a exposição pretende amplificar o debate público para questões de cunho político que, até o momento, aparentam não estar sendo debatidas de forma democrática, ampla e irrestrita. Vale, também, ressaltar que em 2018 completa-se cinquenta anos da instauração do AI-5, instrumento de lei e ordem, repressão e violência cujas conseqüências estão sublinhadas na sociedade brasileira, mesmo tendo sido revogada há quatro décadas. Se foi extinta em termos protocolares, seus instrumentos de ação e hábitos seguem vivos na violência cotidiana do estado e nas relações de poder em vigor.

Na aberturas, às 12h30, haverá uma performance com o artista Fábio Tremonte

Estado(s) de Emergência
Curadoria: Priscila Arantes e Diego Matos
Abertura: 01/09, 11h
Visitação: até 15/12/18; segunda a sábado, 10h-20h
Oficina Cultural Oswald de Andrade: Rua Três Rios, 363, São Paulo. Entrada gratuita