Itaú Cultural abre grande mostra de Sandra Cinto

Itaú Cultural, São Paulo

Sandra Cinto: das Ideias na Cabeça aos Olhos no Céu abre hoje, no Itaú Cultural, ocupando os três andares do espaço expositivo do instituto. Com curadoria de Paulo Herkenhoff, a exposição se divide pelos pisos com subtítulos especiais para cada conjunto: Chuva, no -2, para começar do andar de baixo para cima; Garoa, no intermediário (-1), e Neblina, por fim, no mezanino. São mais de 200 obras Em um total de cerca de 200 peças, a mostra reúne obras fundamentais de Cinto, ao lado de projetos (alguns relacionados com educação), e de trabalhos de artistas e intelectuais com os quais a artista dialoga.

Esta é uma oportunidade notável para que os visitantes tenham contato com a essência da produção de Cinto, sua evolução criativa, acompanhando um arco de produção de quase 30 anos de dedicação à arte. Outro destaque da mostra é a variedade de suportes explorados: é possível atravessar desenhos, pinturas, esculturas, vídeos, livros de artista e projetos de arte pública repletos de complexidade material e narrativa.

Ao público, recomenda-se começar o percurso de acordo com o trajeto desenhado por Herkenhoff: primeiro, explorar o piso -2 (Chuva), onde ensaios testam a corporeidade que Sandra Cinto pretende conferir à arte. É o início de seu processo criativo, entre projetos, estudos, maquetes e anotações que apresentam o método de trabalho da artista em múltiplas faces e elementos de sua agenda, como a educação. O andar seguinte, o -1 (Garoa) reúne desde seus delicados desenhos iniciais às primeiras pinturas de céus e nuvens, reunidas entre os primeiros objetos executados por ela. Por fim, no piso M (Neblina) chega-se ao cosmos e céus da artista e sua visão poética do universo. Este andar é praticamente tomado por Nós somos poeira de estrela, todos nós somos Luz, um site specific que ela executou durante a montagem da exposição. Vale observar que, neste período, ela também pintou com estrelas e cores azuis, o banco de concreto situado na fachada do instituto, ao ar livre na avenida Paulista.

“Vejo esta mostra não como uma panorâmica ou retrospectiva, mas sim como uma exposição de meus afetos, diálogos e relações com trabalhos de outros artistas”, observa Sandra. Para ela, a verdadeira revolução passa pela afetividade, pela educação e pelo acolhimento e isso se vê em todo o seu percurso artístico.

Sandra Cinto: das Ideias na Cabeça aos Olhos no Céu
Abertura: 11/03/2020, 20h
Visitação: até 03/05/2020; terça a sexta, 09h-20h; sábado e domingo, 11h-20h.
Itaú Cultural: Avenida Paulista, 149, São Paulo. Entrada gratuita