Ragnar Kjartansson organiza performance em igreja de Milão sobre a era Covid

Cantores irão apresentar Il Cielo in Una Stanza todos os dias durante seis horas na igreja de San Carlo al Lazzaretto

A poderosa performance do artista islandês Ragnar Kjartansson, Il Cielo in Una Stanza (O céu em uma sala), será apresentada em uma igreja em Milão, marcando “os dolorosos meses passados ​​imaginando o céu em uma sala” durante o isolamento para evitar a contaminação do coronavírus, dizem os organizadores do projeto. A obra – vista pela primeira vez na mostra Artes Mundi realizada no National Museum Wales, em Cardiff, em 2018 – será encenada na igreja de San Carlo al Lazzaretto entre os dias 22 de setembro e 25 de outubro.

igreja de San Carlo al Lazzaretto

Cantores profissionais irão se revezar para executar, acompanhados pelo órgão da igreja, um “arranjo etéreo” da canção composta pelo italiano Gino Paoli em 1960. A ação “foi concebida na esteira do difícil bloqueio que afeta a vida pública e privada de milhões de italianos – especialmente os cidadãos da Lombardia”, diz a Fondazione Nicola Trussardi, que está por trás do projeto.

Ragnar Kjartansson, na performance The Visitors

A letra da música aborda os temas da solidão, isolamento e, em última análise, união: “Quando você está aqui comigo / Esta sala não tem mais paredes / Mas árvores / árvores infinitas.” A peça será repetida, sem interrupções, seis horas por dia, todos os dias, “como uma canção de ninar sem fim”, acrescenta a fundação. Massimiliano Gioni, diretor artístico do New Museum de Nova York, é o curador do projeto.

“Eu amo como essa música descreve o poder da imaginação que transforma o mundo ao nosso redor. É um poema sobre como o amor e a música podem fazer explodir um pequeno espaço confinado, deixando entrar o céu e as árvores ”, disse Kjartansson na nota oficial do projeto. 

Death is Elsewhere, de Ragnar Kjartansson, em 2019

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *