Exposição de fotografias destaca refugiados venezuelanos 

Exibindo fotografias do italiano Antonello Veneri, mostra ilustra a integração dos refugiados venezuelanos ao Brasil

Tempo de leitura estimado: 2 minutos
Detalhes da exposição Acolhidos: o percurso da Venezuela à integração no Brasil.
Detalhes da exposição Acolhidos: o percurso da Venezuela à integração no Brasil.

A exposição Acolhidos: o percurso da Venezuela à integração no Brasil, depois de passar pelo Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília, chega a São Paulo, no edifício Banco do Brasil, onde ficará em cartaz até 26 de junho, mês em que se comemora o dia do refugiado. O acervo fotográfico é assinado pelo italiano Antonello Veneri, que cruzou a fronteira com a Venezuela e registrou o trajeto de diversas famílias, desde que chegaram nas cidades de Boa Vista e Pacaraima, em Roraima, passando por outras localidades, como Brasília, no Distrito Federal, Concórdia e Seara, no Oeste catarinense, cidades que receberam grupos de refugiados para atuarem no mercado de trabalho junto à iniciativa privada, até a conquista de sua autonomia definitiva.

Refugiados fotografados por Veneri em diferentes cidades.
Refugiados fotografados por Veneri em diferentes cidades.

Na exposição, o visitante poderá contemplar fotografias e retratos; ler depoimentos de pessoas entrevistadas, além de contar com recursos audiovisuais que proporcionam uma reflexão sobre refúgio, migração e acolhimento no Brasil. A exposição conta ainda com um espaço educativo e terá a apresentação de vídeos com depoimentos do fotógrafo sobre os bastidores desta experiência. “Ao visitar a exposição, o público acompanha a história de uma viagem carregada de sentimentos, de dignidade e de muita esperança. Mas, mais do que isso, a mostra permite algo ainda mais profundo e intenso, que é a experiência de olhar e ser olhado, por meio dos retratos. Eu gosto muito dessa troca. Estamos vivendo um período de grandes migrações no mundo e, dentro destas viagens, são os rostos, através dos retratos, que nos marcam. Me permito dizer que há também a minha história de migrante acolhido pelo Brasil, neste percurso”, revela Veneri. 

A mostra tem a curadoria de Benedetta Fontana e faz parte do projeto social Acolhidos por meio do trabalho, implementado desde 2019 pela Associação Voluntários para o Serviço Internacional Brasil (AVSI Brasil). Para a edição de São Paulo, a exposição conta com o patrocínio da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) que gerencia abrigos temporários para pessoas refugiadas e migrantes da Venezuela em Roraima e apoia a estratégia de interiorização para outras localidades do Brasil, no âmbito da Operação Acolhida. 

Serviço:

Acolhidos: o percurso da Venezuela à integração no Brasil

Local: Edifício Banco do Brasil (Torre Matarazzo)

Endereço: Av. Paulista, 1230, Bela Vista, São Paulo

Data: De 27 de maio a 26 de junho de 2022

Funcionamento: Segunda a sexta das 8h às 20h. Sábados, Domingos e Feriados das 10h às 20h.

Ingresso: Grátis

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support