Ed Atkins abre exposição no New Museum

O artista testa as fronteiras da simulação digita, procurando as maneiras pelas quais as tecnologias mediam a intimidade e moldam as relações humanas

Ed Atkins: Get Life : Love’s Work
Ed Atkins: Get Life : Love’s Work

Nossas vidas tinham sido sugadas pelo mundo digital, ditando nossas relações e percepção de identidade, muito antes do isolamento social. Não à toa, o artista Ed Atkins ficou conhecido por pesquisar formas como os corpos e as tecnologias se entrelaçam e foi convidado por apresentar, até o o dia 3 de outubro de 2021, alguns de seus trabalhos em  Get Life / Love’s Work, no New Museum.

Atkins já passou pelas mais renomadas exposições internacionais apresentando complexas relações entre o mundo corpóreo e o digital, por meio de animações e instalações teatrais – nas quais a tecnologia é analisada como uma interrogação teórica e até alegórica de si mesma. Com o novo corpo de trabalho feito com tecnologias que pretendem “capturar” a vida, o artista rastreia formas ocultas de sentir, viver e comunicar que se desdobram em narrativas sensíveis e muitas vezes sombrias. 

Ed Atkins
Ed Atkins

A obra central é uma animação CG gravada usando tecnologias de captura facial e de movimento, que documenta uma entrevista entre o artista e sua mãe – filmada durante os meses isolados de bloqueio que definiram a pandemia de Covid-19. 

A mostra reflete sobre as maneiras pelas quais as tecnologias projetadas para facilitar a conexão e a representação, paradoxalmente, expõem a perda e sublinham a separação, muitas vezes ampliando os sentimentos correspondentes de uma maneira que – de acordo com o artista – “espelha a caricatura da representação”. Juntando uma variedade de referências – desde a última entrevista do dramaturgo britânico Dennis Potter à obra de memórias do filósofo inglês Gillian Rose, Love’s Work – a exposição compõe o que o artista descreve como um “ensaio sobre distância”.

O encomendado pelo museu é apresentado dentro de uma cena doméstica repleta de bordados, pinturas e composições de texto – este último feito em colaboração com o projeto do autor anônimo, Contemporary Art Writing Daily.  A ideia é não apenas questionar os limites de comunicação e empatia, mas também reimaginar tecnologias constituintes simultaneamente como formas de sustento e ameaça existencial.

Combinando dados de computador e matéria concreta, Atkins testa as fronteiras da simulação digital e da proximidade, procurando as maneiras pelas quais as tecnologias mediam a intimidade e moldam as relações humanas.

Get Life / Love’s Work

Data: até 3 de outubro de 2021

Local: New Museum