Instituto Tomie Ohtake abre exposição de Pierre Verger

Mostra apresenta mais de 300 itens ilustrando as percepções e estudos do artista e antropólogo para além de suas já icônicas fotografias

Tempo de leitura estimado: 2 minutos
Pierre Verger
Pierre Verger

O antropólogo, etnógrafo e fotógrafo francês Pierre Verger passou a vida estudando minuciosamente diferentes povos e culturas, especialmente dedicado às culturas iorubá e fon, além de suas diásporas religiosas.Tornou-se um dos nomes mais relevantes da História da Arte Brasileira depois de registrar, sob seu olhar, a essência da vida no país durante os anos 1940 até 1970. 

Para celebrar sua precisosa obra, os curadores  Priscyla Gomes, do Instituto Tomie Ohtake e Alex Baradel, da Fundação Pierre Verger, reuniram cerca de 300 itens – entre fotos inéditas, cartas, cadernos de viagem e periódicos da época – na mostra Pierre Verger: Percursos e Memórias, no Tomie Ohtake, até o dia 21 de novembro de 2021.

Era 1932 quando ele decidiu unir a expertise que havia adquirido na fotografia com sua vontade de viajar para conhecer e registrar outras pessoas e lugares; partiu levando como única bagagem uma máquina fotográfica Rolleiflex. O resultado? Décadas de viagens ao redor do mundo, passando pela Europa, Ásia, América e Oceania e a articulação somente de  imagem, mas também de escritos e uma extensa pesquisa que resultou em um panorama vasto.Verger registrou, por exemplo, também por escritos as informações coletadas em suas viagens entre o Brasil e a África. 

E é esse repertório que a mostra procura revelar. Os núcleos pelos quais se divide a exposição estão ligados às  diferentes viagens de Verger. Cada percurso é, então, ponto de para narrar como o artista tornou-se pioneiro em muitas de suas abordagens sobre fotografia, no registro e investigação dos locais aos quais visitava e na sua forma de estabelecer diálogo com as diferentes populações. Vale destacar o ano de 1946, que marca sua chegada ao Brasil: foi aqui que ele se deparou pela primeira vez com a cultura afro-americanista e africanista – temas que iriam mudar a sua vida e obra para sempre. 

Pierre Verger: Percursos e Memórias

Data: Até 21 de novembro de 2021

Local: Instituto Tomie Ohtake 

Endereço: Av. Brg. Faria Lima, 201 – Pinheiros, São Paulo

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support