João Câmara apresenta mostra na Galeria Marco Zero, em Recife

A individual de João Câmara será inaugurada hoje na galeria recifense em meio à roda de conversa com a curadora Cristiana Tejo

Tempo de leitura estimado: 2 minutos
Exposição de João Câmara na Galeria Marco Zero.
Exposição de João Câmara na Galeria Marco Zero.

Abre hoje, dia 28 de julho, a mostra individual João Câmara, nota nova  – Ecos de 1967 , na Galeria Marco Zero, em Recife, com uma roda de conversa com a curadora Cristiana Tejo marcada para começar às 19hrs. Durante o bate-papo, que é aberto ao público com entrada gratuita, Cristiana vai detalhar dois pilares da exposição: a questão de ordem social – a busca por visibilidade da produção artística do Nordeste no cenário nacional -, e ainda a estética presente em algumas obras dos primeiros anos de construção da poética do artista paraibano radicado em Pernambuco.

Exposição de João Câmara na Galeria Marco Zero.

O artista João Câmara é conhecido por explorar figuras humanas com representações de corpos fragmentados, o que conferiu um caráter muito característico aos seus trabalhos, que traduzem plasticamente a sua visão crítica da sociedade, da política, do poder e das relações sociais. Nesta exposição, o visitante poderá conferir uma seleção de trabalhos do período de 1965 até 1971, fase inicial e emblemática da trajetória do pintor. Entre seus destaques, a obra Exposição e motivos da violência, de 1967, tríptico inédito na capital pernambucana, que recebeu o Grande Prêmio da edição daquele ano do Salão de Brasília, superando uma obra de Hélio Oiticica.

Segundo a curadora, além da intenção de reafirmar a inigualável habilidade do artista, esta é uma oportunidade histórica de lançar um novo olhar para a produção de Câmara.  De acordo com Tejo, nesta mostra há muitas obras que integram acervos diversos, mas nunca foram mostradas juntas, principalmente lado a lado.“Praticamente todos os trabalhos expostos são de coleções encontradas em locais variados de Pernambuco, mas a obra principal veio do Museu de Brasília e é a partir dela que o projeto curatorial começou. Ela é a gênese artística do João Câmara”, revela.

Serviço

João Câmara, nota nova – Ecos de 1967

Local: Galeria Marco Zero 

Endereço: Avenida Domingos Ferreira, nº 3393, Boa Viagem

Data: De 28 de julho a 30 de agosto de 2022

Funcionamento: Todos os dias, das 10h às 19h

Ingresso: Grátis

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support