Renata De Bonis inaugura exposição individual na Galeria Superfície

Após um longo período morando fora do Brasil, a artista paulistana apresenta exposição individual “Vento Sul”

Renata De Bonis
Vento Sul, 2021, de Renata De Bonis

Celebrando o início de sua representação pela Galeria Superfície, a artista paulistana Renata De Bonis inaugura no dia 27 de novembro a individual Vento Sul. Com texto crítico de Veronica Stigger, a mostra apresenta cerca de dezoito pinturas a óleo e a uma instalação feita por réplicas em bronze de galhos, sementes e cascas de árvores.

Inspirada pelo massa de ar polar que varre tudo o que encontra pela frente, Vento Sul é uma metáfora ao retorno da arista ao Brasil após um longo período morando fora. Às vezes em referência à obra do pintor romântico alemão Caspar David Friedrich, as pinturas de Renata De Bonis captura a melancolia dada na relação entre homem e natureza, com seus personagens ora retratados de costas para o espectador, ora diminuídos pela sublimação da natureza.

Renata De Bonis
Clareira, 2021, de Renata De Bonis

Em outas pinturas, pautadas pela ausência da presença humana, as paisagens se apresentam conceituais e contemplativas. Há uma atmosfera de silêncio que permeia a exposição, quase como se fosse possível escutar apenas o forte vento sul.  Como salienta Veronica Stigger “Não é acidental que, de todos os ventos, De Bonis tenha escolhido o mais impetuoso”.

Renata De Bonis
Duas luas, 2021, de Renata De Bonis

Vento Sul

Local: Galeria Superfície

Data: De 27 e novembro a 5 de fevereiro de 2022

Endereço: R. Oscar Freire, 240 – Jardim Paulista, São Paulo