Marcello Dantas anuncia lista de 93 artistas e novidades da Bienal Mercosul

A bienal que chega em setembro em Porto Alegre, conta com trabalhos icônicos de Lygia Clark e Marina Abramovic, além de obras inéditas surpreendentes

Tempo de leitura estimado: 5 minutos
Marina Abramovic
Obra 7 mortes de Maria Callas de Marina Abramovic apresentada com Willem Defoe.

Você tem prestado atenção nos seus sonhos? Pois saiba que eles podem compor a 13ª edição da Bienal Mercosul – vide trabalho de Pedro Reyes na lista de selecionados no final da matéria. O evento acontecerá entre 16 de setembro e 20 de novembro de 2022 em Porto Alegre entre os espaços Farol Santander, Centro Histórico, MARGS, Cais do Porto, CCMQ, Fundação Iberê Camargo, Memorial do Rio Grande do Sul, Instituto Caldeira, Gasômetro e Instituto Ling.

Em coletiva de imprensa, Marcello Dantas, curador-geral do evento, explica que depois de dois anos de pandemia e seus desdobramentos “nós precisávamos chamar de volta o corpo das pessoas para o acontecimento cultural”. Apesar disso, ele afirma ainda que essa não é uma edição sobre a pandemia, mas sim sobre uma sequência de experiências de impacto global que afetam o indivíduo, sendo assim, a mostra se norteia pelas sequência das três palavras: trauma, sonho e fuga. 

E se, ao pensar nas tendências para a arte contemporânea, você imaginou uma bienal tecnológica, está enganado. Dantas revela que essa será uma edição com uma forte presença de trabalhos de base biológica e, ainda, em sua maioria, comissionados pela própria fundação. 

Cesar and Lois
Cesar and Lois com os trabalhos da série [ECO]Nomic Revolution

Dentre as novidades desse ano estão alguns espaços especiais e inéditos, como a recriação do antigo consultório de práticas psicoterapêuticas da artista Lygia Clark, onde serão exibidos, pela primeira vez, diários e anotações sobre os clientes – obviamente anonimizados. Além dele, há ainda um núcleo dedicado a vídeos informativos sobre os artistas participantes, outro dedicado a contar a história das 12 edições anteriores e ainda mais um para apresentar os artistas participantes da 12ª edição, que estão com seus trabalhos no Rio Grande do Sul e ainda não tiveram a oportunidade de expô-los presencialmente.

Dantas, juntamente com os curadores adjuntos Tarsila Riso, Laura Cattani, Munir Klamt e Carollina Lauriano, selecionou uma lista de 93 artistas participantes – número que ainda pode aumentar – de 20 países, que se dividem em algumas categorias: artistas convidados, artistas selecionados pela chamada aberta e artistas selecionados a partir do acervo do MARGS.

Confira a lista completa seguida de alguns spoilers sobre o que eles apresentarão em setembro: 


Adrianna Eu (Brasil)

Alejandra Dorado (Bolívia) – artista participante da 12ª Bienal Mercosul

Antonio Henrique Amaral (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Antonio Tarsis (Brasil)

Bruno Borne (Brasil) – artista selecionado pela chamada aberta

Camila Sposati (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Carlos Nader (Brasil)

Carlos Zerpa (Venezuela) – artista participante da 12ª Bienal Mercosul

Cesar & Lois (Brasil) – dupla de artistas selecionados pela chamada aberta

Craca (Brasil) – artista selecionado pela chamada aberta

Daniel Lie (Brasil)

Daniel Monroy Cuevas (México) – artista participante da 12ª Bienal Mercosul

Daniel Senise (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Daniel Steegmann Mangrané (Espanha) – artista participante da 12ª Bienal Mercosul

David Manzur (Colômbia) – artista do acervo do MARGS

Denise Milan (Brasil) 

Dora Smék (Brasil)

Elias Maroso (Brasil) – artista selecionado pela chamada aberta

Ênio Pinalli (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Esfincter (Peru) – artista selecionado pela chamada aberta

Estela Sokol (Brasil) – artista selecionada pela chamada aberta

Evgen Bavcar (Eslovênia) – artista do acervo do MARGS

Fayga Ostrower (Polônia) – artista do acervo do MARGS

Felippe Moraes (Brasil)

Fernando Baril (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Fernando Sicco (Uruguai) – O já reconhecido artista, foi selecionado pela chamada aberta

Francisco Stockinger (Áustria) – artista do acervo do MARGS

Franco Callegari (Argentina) – artista selecionado pela chamada aberta

Gabriel de la Mora (México)

Gabriela Mureb (Brasil) – artista selecionado pela chamada aberta

Garrett Bradley (Estados Unidos)

Gastão Hofstetter (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Gisela Waetge (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Gustavo Prado (Brasil)

Guto Nóbrega (Brasil) – artista selecionado pela chamada aberta

Héctor Zamora (México) – foi anunciado como o artista que “vai surpreender com, talvez, uma das obras mais impactantes da bienal”

Iole de Freitas (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Ivan Caceres (Bolívia) – artista selecionado pela chamada aberta

Janaína de Barros 

Janaina de Mello (Brasil)

Jaume Plensa (Espanha)

Juliana Góngora (Colombia)

Julius Von Bismarck (Alemanha)

Karin Lambrecht (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Karola Braga (Brasil)

Leandra E. Santo (Brasil) – artista selecionado pela chamada aberta

Leandro Lima (Brasil)

Leonardo Drew (Estados Unidos)

Leticia Monte, Ana Vitória e Carolyna Aguiar 

Lia Menna Barreto (Brasil) – artista participante da 12ª Bienal Mercosul

Lídia Lisbôa (Brasil)

Liuska Astete (Chile) – artista participante da 12ª Bienal Mercosul

Lucas de Sordi (Brasil) – artista selecionado pela chamada aberta

Lucas Dupin (Brasil)

Luísa Mota (Portugal)

Luiz Roque (Brasil) – artista participante da 12ª Bienal Mercosul

Luzia Simons (Brasil)

Lygia Clark (Brasil)

Mara Weinreb (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Marilá Dardot (Brasil)

Marina Abramovic (Sérvia) – a performer icônica trará a obra 7 mortes de Maria Callas feita com Willem Defoe.

Martin Soto Climent (México)

Mazenett Quiroga (Colômbia) – a dupla entorpecer a todos com a brugmansia, uma flor que faz com que as pessoas adormeçam.

Milton Kurtz (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Nati Canto (Brasil) – artista selecionado pela chamada aberta

Nico Vascellari (Itália) – O performer vai apresentar um trabalho que consiste em ter sido anestesiado e amarrado em um helicóptero que sobrevoou os Alpes italianos, e depois o abandonou em meio aos animais numa floresta. 

Nídia Aranha (Brasil) – a artista trans, selecionada pela chamada aberta, trará uma obra com a temática de amamentação.

Noélia de Paula (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Panmela Castro (Brasil)

Pedro Carneiro (Brasil) – artista selecionado pela chamada aberta

Pedro Reyes (México) O projeto colaborativo do artista, Hypnopedia, convida o público a compor uma enciclopédia de sonhos. Por meio de um formulário, os interessados poderão enviar um áudio contando o sonho que teve na última noite. Os materiais serão selecionados, compilados e transformados em um filme para apresentação no MARGS e nas redes sociais da Bienal. 

Pierre Fonseca (Brasil) – artista selecionado pela chamada aberta

Poema Mühlenberg (Brasil) – artista selecionada pela chamada aberta

Rabih Mroué (Líbano)

Rafael Lozano-Hemmer (México) – O trabalho do artista ocupará todo o hall de entrada do Farol Santander e vai fazer com que, por meio de luz e som, os visitantes sintam o pulsar dos corações umas das outras.

Raphael Escobar (Brasil)

Sebástian Calfuqueo (Chile) – artista participante da 12ª Bienal Mercosul

Silêncio Coletivo – Jaime Lauriano e Igor Vidor (Brasil) 

Tino Sehgal (Inglaterra) – o artista convida todos os trabalhadores da bienal – entre seguranças, faxineiros e mediadores – a cantarem durante todo o evento. 

Túlio Pinto (Brasil)

Tunga (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Vera Chaves Barcellos (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Vitor Mizael – artista selecionado pela chamada aberta

Vivian Cacuri (Brasil)

Walid Raad (Líbano)

Yeddo Titze (Brasil) – artista do acervo do MARGS

Zé Bento (Brasil)

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
pt_BR